Produção de bolo caseiro vira negócio

Curso Brigadeiro Gourmet

Bolo caseiro te lembra o que? Sobremesa de domingo? Bolo puro de padaria? Bolo feito por mãe?

E se dissermos que bolo caseiro agora lembra negócios de sucesso? O bolo feito pela mamãe e pela vovó, que desperta sentimentos de nostalgia, infância, de aconchego, se tornou a receita de pequenas e médias empresas. O que antes era feito, no máximo, para um aniversário informal ou para tomar um cafezinho com a visita, é uma guloseima criada em larga escala, hoje.

Bolo caseiro: um produto simples e lucrativo

Quem diria que um bolo caseiro seria tão lucrativo? O famoso bolo de nada, como é chamado em algumas regiões, ou bolo simples, ganhou status em bolarias. Seja nas grandes capitais ou no interior, lojas de venda de bolo fazem grande sucesso.

A popularização comercial do bolo caseiro transformou pequenas cozinhas caseiras, de fundo de quintal, em cozinhas industriais especializadas em bolos comuns. São fábricas e lojas de bolos que chegam a ter 400% de lucro de venda e abrem franquias em diversos lugares do país.

bolo caseiro

Você certamente já deve ter passado por alguma bolaria, cujo produto principal da vitrine é um bolo simples. E agora deve estar pensando: mas, se é feito em larga escala, deixa de ser caseiro. E aí está a fórmula da tendência: o apelo do produto é ser “pelado”, sem qualquer recheio ou cobertura, igual aos bolos feitos em casa para uma tarde de conversa. Porém, existe um detalhe muito importante: a receita do bolo continua sendo artesanal, nada de massa pronta.

Mercado de bolos caseiros

Um modelo de negócio muito adotado no mercado de fabricação de bolos caseiros é o de franquias, cujo investimento inicial gira em torno de R$ 80 mil a R$ 100 mil e com um retorno inicial de R$ 220 mil.

bolo caseiro

Dependendo da localização e da estrutura, uma franquia pequena de bolaria chega a fabricar mais de 1000 bolos por mês, sendo cada bolo caseiro vendido por R$ 20. Já uma franquia de bolaria grande possui uma demanda que ultrapassa a produção de 5 mil bolos simples.

Mas nem só de franquias é feito o mercado de bolos simples. O modo mais praticado de empreender uma fábrica de bolos caseiros ainda é a tradicional produção em casa, cuja expansão passa pela divulgação na vizinhança, por pequenos centros comerciais, no velho e bom “boca a boca”.

Nesse caso, o modo de produção é considerado artesanal e com uma boa pitada de tradição e credibilidade. A demanda é bem menor, pois costuma ter uma estrutura e capacidade menores, mas também é muito rentável. O valor do bolo também é em torno de R$ 20, e com uma média de lucro de R$ 2 mil.

Como montar um negócio de bolo caseiro

Por se tratar de um produto tradicional e artesanal, o bolo caseiro exige poucos utensílios e ingredientes para ser feito. Portanto, quem deseja montar um negócio de bolo caseiro pode começar com uma produção pequena.

Ou seja, vale iniciar com o que se tem em casa. Os principais eletrodomésticos são: liquidificador, batedeira e forno. Tenha também itens de cozinha, como espátulas, vasilhas, e medidores.

Use tabuleiros e formas redondas de anel para criar formatos e tamanhos padrões para venda. Como o segredo é o sabor não industrializado, opte sempre por ingredientes frescos e de boa qualidade. Essa será a principal marca dos seus bolos.

Os sabores também devem ser simples e os mais básicos até que a clientela esteja garantida, e você possa ousar no cardápio.

5 dicas para empreender com bolos caseiros

Ter um pequeno negócio de bolos caseiros requer dedicação especial. A escolha dos ingredientes e a forma de entregar o produto devem ser inesquecíveis. Veja dicas!

  • A essência do produto artesanal passa pela proximidade com o cliente. Por isso, esteja disposto a ouvir e conversar com o consumidor. Ele tem a dizer sobre seu produto, seja por meio de crítica ou elogio. O importante é estar atento e atender à expectativa dele;
  • O bolo é caseiro, mas não precisa ser entregue de modo displicente ao cliente. Seja cuidadoso com a embalagem do produto, decore-o de forma a preservar o artista principal, que é o bolo. Insira tags com o logo do negócio e o contato para novas vendas;
  • Cuide da manutenção da qualidade do seu bolo, informando a validade na tag, e dando a opção de embalagem térmica para melhor conservação;
  • O bolo simples puxa à lembrança outras guloseimas. Tenha sempre à mão um cardápio recheado de deliciosas opções e até de sabores de bolo caseiro;
  • Empresas corporativas, empresas de eventos, faculdades etc são ótimas opções de clientela. Entre em contato, forneça amostras do seu produto, esteja aberto a parcerias. O mercado consumidor de bolos caseiros é amplo.

Gostou do nosso artigo? Comente, acrescente dicas, conte sua experiência com o mercado de bolos caseiros. Incentive, cada vez mais, a ascensão deste mercado.

 

 

Curso Biscoito Caseiro

Deixe seu comentário